Ouviram do Ipiranga – TE006

O pontapé inicial olímpico foi dado na tarde desta quarta-feira lá na China, manhã aqui no Brasil, com o torneio de futebol feminino. O jogo foi contra a Alemanha e o placar foi 0x0. Ouvi a manchete mais adequada para a partida ontem pela manhã mesmo: “Estréia do futebol feminino termina pau-a-pau.” E além disso, também foi um jogo equilibrado. É o que poderia se esperar entre a campeã e vice do mundo. Queria saber qual curso precisa-se ter para montar tabela de campeonatos no futebol? Será que é alguma Gestão Estratégica pra Confecção de Tabelas Tabajaras? Só um maluco para colocar as duas melhores seleções da competição para se encontrarem logo na estréia. Uma abertura de gala que, dependendo do resultado, poderia terminar com chave de lata! No final, o empate foi bom e justo para as duas equipes.

O futebol masculino estréia nesta quinta-feira com uma missão muito mais fácil. O jogo é contra a Bélgica que sumiu do mapa futebolístico nos últimos 10 anos. Livre das pressões dos clubes europeus, mas com desfalque do zagueirão tricolor Thiago Silva, Dunga tem tudo para armar um time no ataque com Ronaldinho Gaúcho, Diego e Alexandre Pato. Se o entrosamento faltar, pelo menos, em malabarismo, o time está perfeito.

Mas a cerimônia de abertura acontecerá só na sexta-feira. A partir de então, um monte de horas na frente da TV esperando qual medalha o Brasil ganhará. Teremos a maior delegação brasileira na história dos jogos olímpicos, mesmo sem os 12 jogadores de basquete masculino. Esperanças existem em várias modalidades e em outras tantas, os brasileiros estarão lá apenas para fazer número, mas eu garanto que todos aqui estaremos torcendo para ver muita luta, muita dedicação e nenhum refugo ou qualquer padreco irlandês invadindo a pista.

Uma revista americana, a Sport Mãe Dinah Illustrated, previu que o Brasil ganharia 5 medalhas de ouro. Se acontecer isso, será um ótimo resultado igualando a melhor marca do Brasil conquistada em Atenas, 4 anos atrás. Mas como previsão esportiva é igual à fralda de neném, o melhor é ficarmos torcendo para que os atletas brasileiros acabem os Jogos satisfeitos com seus desempenhos. Desta maneira, o resultado será com muitas medalhas.

Transamérica Esportes – 07/08/2008

Anúncios
  • Agenda

    • novembro 2017
      S T Q Q S S D
      « jun    
       12345
      6789101112
      13141516171819
      20212223242526
      27282930  
  • Pesquisar