Os Paralamas do Sucesso – Uns Dias

De: Herbert Vianna

O Expresso do Oriente
Rasga a noite, passa rente
E leva tanta gente
Que eu até perdi a conta
E nem te contei
Uma novidade quente
E nem te contei

Eu tive fora uns dias
Numa onde diferente
E provei tantas frutas
Que te deixariam tonta
Eu nem te falei
Da vertigem que se sente
Eu nem te falei

Que eu te procurei, pra me confessar
Eu chorava de amor
E não porque eu sofria
Mas você chegou, já era dia
E não estava sozinha
Eu tive fora uns dias
Eu te odiei uns dias
Eu quis te matar

“Eu te procurei, pra me confessar… Eu te procurei, pra me confessar…” Cara! Anos 80! Tem horas que pensamos: Tem como inventar a máquina pra voltar no tempo? Não precisa ir tão longe não!

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s