Procurando um emprego desesperadamente

Dia 13 de maio fez 6 meses que eu estou em casa à procura de emprego. E a cada dia que passa, fico mais triste. Triste comigo, triste com o mundo capitalista das empresas devoradoras de funcionários, triste com o gerundismo, triste com as jornadas semanais de 40 horas, sei lá com o quê.

Entrevistas não foram muitas, principalmente porque vagas oferecidas não foram muitas. O Jornal Hoje (ficar em casa na hora do almoço dá nisso) diz todo começo de mês que o emprego de carteira assinada no país aumenta. Mas no meu caso está muito difícil.

Confiar, eu confio. Acredito e muito no meu potencial, mas se eu acreditasse em manias de perseguição, jurava que era isso (se bem que eu acho que é isso mesmo).

Então, se alguém tiver aí uma vaguinha sobrando pra um Relações Públicas que trabalhou 5 anos com clipping, mais 3 anos e meio com conteúdo de internet, pode falar comigo, ok? Garanto que o retorno é certo! 🙂 Meu currículo você encontra aqui na internet mesmo, afinal, não vamos derrubar 1 árvore só por causa disso, né.

Anúncios

1 Comentário

  1. Seu currículo é bom, com certeza vc vai encontrar uma posicao na sua área, principalmente se estiver disposto a mudar de cidade. Já tentou em Sao Paulo? Obs.: tem um errinho logo no princípio do currículo, “ne” ao invés de “me”. Boa sorte!


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s