Pergunte pro Nando -1ª edição

Aqui, toda sexta-feira, você encontra a seção Pergunte pro NandoTudo que você nunca quis perguntar pra mim, mas que responderei na maior boa vontade. Envie sua pergunta para opinnando@gmail.com que eu respondo aqui no blog. Pode perguntar qualquer coisa que respondo! Sem medo.

Vamos a primeira pergunta de hoje. Vem daqui de pertinho. Do Maracanã, o bairro, escreve o Quase Master.

De: xxxxxxxxxxx@hotmail.com
Nando, concerteza oq t deixa mais nervoso é quando seu time perde? Abs pra vc Felucão!

Olha Quase Master, o que me deixa mais nervoso é, COM CERTEZA, a burrice das pessoas!

(Aí, já comecei bem… manda outra logo vai)

Leideidai Morena de Todos os Santos
De: xxxxxxx@hotmail.com
Nando, vc ñ entra mais no msn…. Derrepente a gente conversa lá qq dia desses!!!!! 🙂

Ai Meus Deusdo céu! Entra no MSN e vai encontrar o Quase Master, vai!!!!!!!!!!!!!!!!!! Garanto que um papo entre vcs deve dar trabalho pra vários tradutores.

Por hoje chega, né! Depois dessas peças, semana que vem tem mais (tadinho de mim)!

Anúncios

Manchete do dia qualquer

Clique na imagem para ampliar!

O que vai ter de gente cortando árvore por aí…

STF aprova pesquisa com células-tronco embrionárias

Minha opinião sobre o assunto? Eu acho que tá é mais que certo, merrrrrrrmo! Não fui batizado e por isso  posso opinar contra as regras da Igreja Católica. Mas falando sério, as pesquisas com as células-tronco representam, pelo menos, uma esperança pra uma galera boa que está por aí procurando alegrias no mundo. Lógico que o negócio não vai dar certo hoje ou amanhã. Mas eu acho que um dia essas pesquisas chegarão a resultados ótimos para todos nós, seres-humanos, que só sabemos destruir tudo e depois correr desesperados pra consertar a m… que fizemos.

Pra mim, embrião é vida sim! Aí você me perguntar, preferir uma vida em detrimento da outra? É. Mas depois que Santos Dumont se matou porque os idiotas usaram sua maravilhosa invenção pra tacar bomba nos outros, depois que alguém mata o outro porque a cor da sua pele é diferente e depois que um maluquinho mais gordo que eu calou um Maracanã lotado, eu acredito em qualquer coisa!

O Rappa – Pescador de Ilusões

De: Marcelo Yuka e O Rappa

Se meus joelhos
Não doessem mais
Diante de um bom motivo
Que me traga fé
Que me traga fé…

Se por alguns
Segundos eu observar
E só observar
A isca e o anzol
A isca e o anzol
A isca e o anzol
A isca e o anzol…

Ainda assim estarei
Pronto pra comemorar
Se eu me tornar
Menos faminto
E curioso
Curioso…

O mar escuro
Trará o medo
Lado a lado
Com os corais
Mais coloridos…

Valeu a pena
Êh! Êh!
Valeu a pena
Êh! Êh!
Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões…(2x)

Se eu ousar catar
Na superfície
De qualquer manhã
As palavras
De um livro
Sem final! Sem final!
Sem final! Sem final!
Final…

Valeu a pena
Êh! Êh!
Valeu a pena
Êh! Êh!
Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões…(2x)

Se eu ousar catar
Na superfície
De qualquer manhã
As palavras
De um livro
Sem final! Sem final!
Sem final! Sem final!
Final…

Valeu a pena
Êh! Êh!
Valeu a pena
Êh! Êh!
Sou pescador de ilusões…

Valeu a pena
Êh! Êh!
Valeu a pena
Êh! Êh!
Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões…

Valeu a pena
Valeu a pena
Sou pescador de ilusões
Valeu a pena
Valeu a pena
Sou pescador de ilusões
Sou pescador de ilusões
Valeu a pena!…

Skank – Uma Canção É Pra Isso

De: Samuel Rosa – Chico Amaral

Uma canção é pra acender o sol
No coração da pessoa
Pra fazer brilhar como um farol
O som depois que ressoa

Uma canção é pra trazer calor
Deixar a vida mais quente
Pra puxar o fio da paixão
No labirinto da gente

Pra consertar, pra defender a cidadela
Pra celebrar, pra reunir o bairro e favela

Uma canção me veio sem querer
Naquela hora difícil
Joguei-a logo nesse iê iê iê
Por profissão ou por vício

Pra clarear a escuridão que o mundo encerra
Pra balançar, pra reunir o céu e a terra

Uma canção é pra fazer o sol
Nascer de novo
Pra cantar o que nos encantou
Na companhia do povo

A primeira vez que ouvi essa música não estava num momento muito tranqüilo. Lembro do locutor perguntar ao Samuel: “Qual a inspiração da nova música do Skank que vem para arrebentar?” E o Samuel só responde: “É uma canção de alegria.” E toda vez que eu a escuto fico procurando: “Cadê a alegria? Está atrás da estante? Debaixo da cama?”

Guns N’ Roses – Used To Love Her

De: Guns N’ Roses

I used to love her,
but i had to kill her
I used to love her,
but i had to kill her

I had to put her, six feet under
and I can still hear her complain

I used to love her, (whoa yeah)
but I had to kill her
I used to love her, (oooo yeah)
but I had to kill her

I knew I’d miss her,
So I had to keep her
She’s buried right in my backyard
(whoa yeah)
(whoa yeah)
(whoo-oo yeah)

I used to love her,
but I had to kill her
I used to love her, (whoa yeah)
but i had to kill her

She bitched so much,
she drove me nuts
And now we’re happier this way, alright
(whoa yeah)
(whoa)
(whoo-oo yeah)

I used to love her,
but I had to kill her
I used to love her(ooooh yeah)
but I had to kill her

I had to put her, six feet under
and I can still hear her complain yeah-eeeah


Essa música me lembra uma pessoa tão querida até hoje. Ouvi hoje e lembrei dela, de uma fase boa da minha vida. Pena que eu had to kill her… hehehe E antes que alguém comece a pensar qualquer besteira, essa pessoa, esse tempo bom são do século passado. Aliás, nem sei porque coloquei esse vídeo: GNR, a banda mais fanfa da história e o Axl ainda aparece com uma camisa da Argentina. Bullshit!

Procurando um emprego desesperadamente

Dia 13 de maio fez 6 meses que eu estou em casa à procura de emprego. E a cada dia que passa, fico mais triste. Triste comigo, triste com o mundo capitalista das empresas devoradoras de funcionários, triste com o gerundismo, triste com as jornadas semanais de 40 horas, sei lá com o quê.

Entrevistas não foram muitas, principalmente porque vagas oferecidas não foram muitas. O Jornal Hoje (ficar em casa na hora do almoço dá nisso) diz todo começo de mês que o emprego de carteira assinada no país aumenta. Mas no meu caso está muito difícil.

Confiar, eu confio. Acredito e muito no meu potencial, mas se eu acreditasse em manias de perseguição, jurava que era isso (se bem que eu acho que é isso mesmo).

Então, se alguém tiver aí uma vaguinha sobrando pra um Relações Públicas que trabalhou 5 anos com clipping, mais 3 anos e meio com conteúdo de internet, pode falar comigo, ok? Garanto que o retorno é certo! 🙂 Meu currículo você encontra aqui na internet mesmo, afinal, não vamos derrubar 1 árvore só por causa disso, né.